(11) 3151-3030 sac@pharmalens.com.br

Por que a visão com lentes de contato é melhor do que a visão com óculos em pacientes com ceratocone e outras alterações da superfície da córnea?

Postado em 17/09/2019

Para que a pessoa enxergue, qualquer imagem deve passar pelas camadas transparentes do olho até chegar na retina e ser transmitida ao cérebro. 

Porém quando a córnea, que é a camada transparente mais externa do olho, apresenta alterações de superfície por alguma doença ocular, a imagem chega a retina distorcida e a pessoa vê as coisas sem foco.

Nos casos de ceratocone, a córnea passa a ter um formato cônico, irregular e fica progressivamente mais fina causando baixa visual moderada a acentuada, dependendo do estágio evolutivo da doença.

Nos cones moderados e avançados a visão com óculos torna-se insuficiente para que a pessoa exerça suas atividades normais.  Já com lente de contato rígida gás –permeável, a acuidade visual tende a ser melhorada pois a lente fornece uma superfície refrativa regular que neutraliza as distorções da superfície da córnea e reduz as aberrações ópticas. Os materiais rígidos além de  fornecer maior nitidez, são mais saudáveis para o olho no uso prolongado.

Na busca pelo conforto, alguns  fabricantes de lentes de contato desenvolveram modelos de lentes com material gelatinoso para ceratocone, porém a eficiência na correção visual geralmente é inferior a fornecida pelos materiais rígidos. Essas lente gelatinosa especial é construída com o centro três vezes mais espesso, para torná-la mais firme e com isso não se amoldar à superfície irregular da córnea.

Lentes que estão fazendo muito sucesso no item conforto são as lentes esclerais. São   fabricadas com materiais gás-permeáveis de alta oxigenação e com diâmetros maiores do que as lentes rígidas gás-permeáveis convencionais; apoiam-se na esclera (parte branca do olho) e por isso, não se movimentam com o piscar e fornecem visão mais estável em alguns casos. As limitações principais são a dificuldade de manuseio e a necessidade de removê-la durante o dia  para pausa ou limpeza  dependendo do problema  que está sendo tratado.  

A adaptação de lentes de contato em córneas irregulares ( ceratocones e cirurgia corneanas prévias) é mais trabalhosa para o médico e desconfortável para o paciente, que muitas vezes tem que testar vários desenhos até encontrar a lente ideal;  mas o resultado visual geralmente é excelente e possibilita reintegrar o paciente as atividades que já não conseguia realizar ou fazia com limitações pela baixa visual. 

 

Fonte: Hospital Sadalla

Leia outras notícias